Marcadores

Mostrar mais

Alargadores e expansões


Expansões em perfurações são muito comuns desde tribos antigas principalmente , mas também  são comuns em septos, mamilos e até mesmo em lábios são feitas tribal e modernamente. Com certeza a mais popular forma de expansão são dos lóbulos das orelhas.
Pode ser feito com uma gama grande de opções desde uso de espirais , fitas, palitos, estacas. A forma profissional em estúdios é auxiliada pelo uso de pinos de inserção que fazem a expansão mais gradativamente, sendo um padrão seguro ser feito de 2 em 2 milímetros , mas isso pode variar de pessoa e seu lóbulo e do profissional, podem ser de forma impar também desde que instrumental e joais coincidam.
Pode ser feita uma incisão e o encaixe da joia atraves do pino, roscas pom machucar, joias concavas também devem ser evitadas neste caso , use retas. Pra não haver uma expansão alem do necessário e se perdendo. Na essência a expansão é esticar a pele e isso não é agressivo e tem a recuperação melhor quando não se abre fissuras no tecido. Esta se tornam cicatrizes que endurecem a pele e dificultam próximas expansões.
Tambem é muito comum achar em videos do youtube pessoas alargando de 0 a 20 em um show para as câmeras, isso não é certo, pode ser feito por pessoas mais extremas, porem não é a regra e sim exceção pois vai machucar mais o tecido , levando mais tempo para cicatrizar se isto acontecer, pois ai não se da expansão e sim o rompimento do tecido podendo levar a uma infecção e necrose , ou mesmo no procedimento o rompimento do lóbulo assim sendo necessário cuidados médicos para realizar uma sutura, 
 Tecido não deve ser removido seja com bisturi ou punch, pois este faz com que se perca pele deixando a a perfuração mais frágil e não havendo retração, ao contrario da cartilagem esta que deve ter sua expansão evitada e sim recomendada  a sua remoção com punchs, como se faz em conchas da orelha.





Comentários

ASSIS TATUADOR

ASSIS TATUADOR
ARTISTA PERFIL FACEBOOK